sábado, dezembro 31, 2011

MIAU MIAU...SEMPRE OS VENENOS



aqui fica um esconjuro ao "MIAU MIAU" analfabético e reinante e triunfante:

EU DEVERAS CREIO EM MIM...



AINDA, ÚLTIMO DIA DO ANO

idanha.a.nova.2011


chegando aqui não há veias que aguentem recuos. avanço como os voos matinais dos audazes passaros. a vida revela-se com o seu perfume sublime quando somos verdadeiramente audázes....assim sendo, mantenham-se audazes e sublimes e sejam vocês mesmos...

amigos feitiçeiros(as) desejo-vos a humildade e a magia da esperança para o ano alquimico que já cavalga. 

sexta-feira, dezembro 30, 2011

AINDA, PELAS ESFERAS MINÚSCULAS


exibições misteriosas e triunfantes nesta manhã penúltima do ano.

quinta-feira, dezembro 29, 2011

AINDA, DAS COISAS SIMPLES...


cheguei exausto da quilometragem das calçadas aborrecidas e da prepotência humana empacotada e multiplicada na mesma fábrica. eis que iço velas de éter com os olhos nos pequenos nadas que os livros não conseguem iluminar. oh ferozes poesias dai-me de beber venenos pois estou farto do miau...miau...

quarta-feira, dezembro 28, 2011

AINDA, NA OBSTINAÇÃO DO QUE RESTA DAS INCANDESCÊNCIAS...


fernão joanes (guarda). 2011

por ai, por esse mundo que está sempre a escapar-nos, a recolher a vida em papeis frios com os acesos imaculados das serras na cara gelada e os olhos repletos de ecos de óxidos alaranjados. 

terça-feira, dezembro 27, 2011

UM FRÉMITO

(amor-omnibus)

ansiamos demasiados nadas...além vão as palavras quase moribundas. e nós vamos atrás. como se tudo se revelasse com palavras ocas e não apenas com gestos e acenos luminosos.

segunda-feira, dezembro 26, 2011

sexta-feira, dezembro 23, 2011

NATALUSCO OU UM NATAL DE VERDADE NA TERRA

(lj)

o "natalusco" é sinónimo de uma compaixão-supermercado. trata-se de uma espécie de marketing dos sentimentos e das emoções. tudo serve para impor essas prateleiras repletas de oportunismo materialista.

o verdadeiro "natal" é simplesmente quando acontece em qualquer outra altura depois de 25 de Dezembro.


retenho esta máxima de giovani papini:


"todo o homem paga a sua grandeza com inúmeras pequenezas, sua vitória com muitas derrotas, sua riqueza com multiplos fracassos"

sábado, dezembro 17, 2011

MEMÓRIAS DO COMERCIO LOCAL IDANHENSE


e quem não se lembra do sr. vitório?!
tenho algumas memórias deste espaço, dos cheiros....

quinta-feira, dezembro 15, 2011

MEMÓRIAS DOS COMÉRCIOS LOCAIS IDANHENSES


sempre que vislumbro estes documentos provenientes de um passado recente fico com a sensação de que eles, conjuntamente com as suas mensagens, a sua estética e até mesmo e porque não, as suas próprias lógicas economicas, podiam muito bem preencher esse campo do sentido na actualidade desta região. enquanto documentos, são importantissimos para o estudo da memória da vila e das suas paisagens urbanas.

THE HOBBIT. AN UNEXPECTED JOURNEY


para 12/12/ 2012 está prometido o regresso deste mundo perdido...


quarta-feira, dezembro 14, 2011

FECHA OS OLHOS E VÊ

(suicidalpeas)

UM MUNDO SEM A TELE-VISÃO



cada vez mais e de forma quase "ditatorial", por imposição do capital e dos seus servidores e papagaios, esta caixa (leiam-se conteúdos tele-visivos) que alguns lhe redobram elogios e frases mágicas, como por exemplo: "a caixinha que mudou o mundo", ganha contornos impensáveis. o tempo irá dar razão. para ano, todos temos que comprar o tal aparelho e depois, os conteúdos?!  sem querer e com enorme jogo de "drible", os futebois (os grandes jogos) já só com o cartão de crédito...

segunda-feira, dezembro 12, 2011

NO REINO DOS HOBBITS


ah, o ouro e o vermelho e o suspiro das folhas de outono, em taur-na-neldor!


*jrr tolkien, o senhor dos aneis dois, p. 77.

domingo, dezembro 11, 2011

DO QUASE-INVERNO

idanha-a-nova. 2011


no interior destas melancólicas noites de inverno pardo....

METALURGIAS NOS OLHOS

(tightly welded chains)


sublime

sábado, dezembro 10, 2011

REINVENTEMOS NOVOS MITOS

idanha-a-nova. 2011


faço tudo para poder assistir ao nascer dos dias. é pois nessa luz cristalina que me vejo mergulhado e a sorrir. este lugar têm uma luz verdadeiramente mágica. em quase todas as civilizações a "Aurora de dedos cor-de-rosa é o simbolo do despertar na luz reencontrada". 

quinta-feira, dezembro 08, 2011

HAPPY BIRTHDAY JIM MORRISON


the doors


o fim das risadas e das doces mentiras

ALGUMA MUSICA SÁBIA...

EXPERIÊNCIAS DA DOR E DA ALEGRIA

Maria da Cunha, 78 anos, pastora. videmonte. 2011


tenho a certeza absoluta de que não pertenço à categoria dos que  andam supremanente distraidos com o desnecessário ou o superfluo. nem tão pouco com o que aporta vaidades aveludadas. estou em permanente ligação telúrgica com pessoas-universos que acarretam o todo de um perfume em extinção. retenho a  intensidade destas histórias de vida de pastores, familiares e afins. retenho o que destas experiências têm tanto de dor como de alegria...

"UMAS MULHERES QUE DÃO NO COURO"


aconteceu hoje no centro cultural raiano (idanha-a-nova) a projecção deste notável documentário "umas mulheres que dão no couro. as caixeiras do Divino do Maranhão" (Brasil, 2009),  da investigadora Marise Gloire Barbosa.

domingo, dezembro 04, 2011

DOS CADERNOS DAS AMIZADES TRANSCÊNDENTES...

(synapticstimuli)

admito que sim, gosto dos rebeldes e dos falhados. gosto deles por serem tão humanos, tão "humanos-demasiado-humanos". e é sabido que Deus também os ama mais que aos outros. porquê? talvez por serem o local em que o espirito é posto à prova? talvez por serem eles os sacrificados? como se alegram os céus quando o filho pródigo regressa! será isto uma invenção de Deus ou dos homens? acredito que, nestas coisas, homem e Deus se olham olhos nos olhos. o homem, para cima; Deus, para baixo. e, por vezes, os dedos tocam-se.


*h. miller. o tempo dos assassinos. p. 87

sábado, dezembro 03, 2011

IDANHA MÁGICA

idanha-a-nova. 2011


na hora de todos os relógios parados...

ON THE ROAD

idanha-a-nova. 2011


releio o que já li há anos. caminho pelos intersticios dessas paisagens idanhenses também revisitadas. no fundo tudo tem um retrocesso ou um eterno retorno. sou um admirador acérrimo das revisitações...

ARTE INDIGENA

(suchasensualdestroyer)

Unknown group (Papua New Guinea), Dance Implement, paint/wood, c. 20th c.

sexta-feira, dezembro 02, 2011

quinta-feira, dezembro 01, 2011

DA CELEBRAÇÃO DOS NADAS

idanha-a-nova, santuário da sª do almortão. 2011


nas solitárias deambulações fora dos tempos celebrados ...

PASSOS EM VOLTA DOS DOIS MIL ANOS-LUZ

idanha-a-nova. 2011

entreabertos. os olhos voam nessas velas-azul-pintores

terça-feira, novembro 29, 2011

SAZONALIDADES: TORTULHADAS E AFINS...

armillaria mellea. 2011

o calendário das sazonalidades de plantas espontaneas e fungos que se recolectam anualmente é um dos inúmeros recursos (embora em escalas modestas) da economia local raiana. por esta altura, as tortulhadas fazem parte dos muitos petiscos informais que surgem entre amigos. são tema de conversa e em torno deles são muitas as formas de os confeccionar. 

sexta-feira, novembro 25, 2011

ESPAÇOS DE TRABALHO

museo etnoloxico de ribadavia, ourense (espanha). 2011

quinta-feira, novembro 24, 2011

SEMPRE EM CHAMAS

(jane thomas)


"(...) um arquipelago de rebeldes e de irredutiveis, um continente de resistentes e de insubmissos (...)"

*m. onfray, a politica dos rebeldes. p. 10.

MÁRTIRES DOS PERFUMES


o poeta 
têm os olhos acesos na cruz 

segunda-feira, novembro 21, 2011

IDANHA MÁGICA

idanha-a-nova. 2011


epifanias minerais...

sábado, novembro 19, 2011



como é que se deve atacar a encosta?...
sobe e não penses nisso

gaia ciência, p. 21

PARA TI ESTRELINHA, COM AMOR DESMEDIDO

DIAS DE OUTONO

macrolepiota procera. 2011

durante esta manhã outonal chuvosa...

quarta-feira, novembro 16, 2011



todo o gesto é um acto revolucionário

*fernando pessoa

ESPAÇOS DE TRABALHO

centro de documentação do museu de portimão. 2011

terça-feira, novembro 15, 2011

sexta-feira, novembro 11, 2011

S. MARTINHO

(lost & found)

s. martinho
vai-se à adega e prova-se o vinho

a proposito da efemeride, um vinho templário...

quinta-feira, novembro 10, 2011

DITOS

(CopyrightPeter Bowers)

e o Senhor disse à terra: "Cala-te que tudo crearás e tudo comerás"
(beira-alta, beira-baixa)

j. leite vasconcellos, tradições populares de portugal. p. 86.

OCULTISMO



para desvendar o véu de maya... 

Amphitheatrvm sapientiae aeternae (1609)



*Henrico Khvnrath 

terça-feira, novembro 08, 2011

CULTURA PASTORIL EM DEBATE


aconteceu em zamora (espanha) no notável museu de etnografia de castilla y león este amplo e diversificado debate. fiquei deveras a meditar no porquê deste património ser tão esquecido e tão dilacerado em contextos institucionais portugueses. as universidades, a partir dos seus departamentos, estão excessivamente vocacionadas para um conjunto de temáticas que há muito se tornam recorrentes (estudos urbanos e afins) e esquecem este fecundo manancial - cultura pastoril - que se anula a um ritmo alucinante. fazem falta estudos e inventarios actualizados, que aliás, seria precisamente a partir deles e daquilo que se dotava desse sentido de descoberta, que se poderiam equacionar aliciantes e fantásticas aventuras (afinal, não é isso mesmo que motiva os motores das investigações?).  é urgente dar sentido a este "pequeno" património, pois é precisamente a partir dele que apenas e unicamente se podem projectar as leituras mais coerentes da construção identitária de uma paisagem.

sábado, novembro 05, 2011

SE TENS TUDO...

FORMATAÇÕES ELEMENTARES PARA F* TUDO...

SE NÃO TENS NADA?



FORMATAÇÕES ELEMENTARES  PARA UM ESTADO (IDIOTA)MILITARIZADO..

SE TENS A 4ª CLASSE?


FORMATAÇÕES ELEMENTARES PARA UM ESTADO RENOVADO(?)