domingo, maio 29, 2016

PEDRAS-RITUAL


pedra das cabeleiras, aldeia de chãs. 2016.

aqui nesta pedra ritual ainda se continua a cultuar a natureza, este é deveras um facto que  nos interessa e muito...havemos de regressar no dia do solstício...neste dia fomos conhecer o lugar...

sexta-feira, maio 27, 2016

*

no limits, no laws

*jim morrison, concert in miami, 1969.

quinta-feira, maio 26, 2016

*


continuo a ler w. whitman...e as palavras continuam suaves...

TELE-ESPECTRO-DADOR...

(tamara lee)

fujam das trivialidades daquilo que as imagens sensação projectam. tudo é demasiado construído para o show vampiresco das audiências. mas qual telespectador (afinal o que é isso...é muito mais um espectro-dador) tudo na televisão é repetitivo...aborrece profundamente. escolham a vida...

*

(william nicholson jennings)

leio w. whitman...avanço e recuo...as palavras são suaves...

segunda-feira, maio 23, 2016

ROSMANINHAL. FESTIVAL DO BORREGO


CONVERSAS COM A MEMÓRIA



aconteceu este sábado no CCR, enquadrado na celebração da noite dos museus, esta interessante tertúlia à volta das memórias do Clube União Idanhense. uma das âncoras destas conversas foi precisamente o projecto de valorização patrimonial desta instituição que irá celebrar para o próximo ano um século de existência na vila (1917-2017). foi deveras um encontro extremamente fértil na partilha de um património colectivo de memórias idanhenses...

domingo, maio 22, 2016

DAS MINHAS PREFERIDAS

*

(zewar fadhil)


no sentido de organizar aquilo que não será possível organizar inventou-se uma palavra que pudesse de alguma forma traduzir todas as dimensões espirituais associadas a uma pré-história, a algum primitivismo religioso, classificando-os como um corpus unificado, homogéneo, com a referência de paganismo...mas tanta coisa escapa a esta introdução...

quinta-feira, maio 19, 2016

*

(Patrycja Podkościelny)

dos livros envenenados (gosto deste titulo)...


VISÕES ONÍRICAS

um destes dias, num final de tarde heróico, digno das atmosferas oníricas. são momentos inebriantes em que me sinto realmente vivo e respiro-me...

domingo, maio 15, 2016

FAIR PLAY. AOS SPORTINGUISTAS...


esta é a melhor máxima possível (pelo fantástico campeonato que fizeram) para os sportinguistas...
gostava apenas de referir enquanto benfiquista (desportista e não fanático) que o treinador, equipa técnica e o plantel do benfica foram deveras impressionantes. ao contrário das contas e das reacções antecipadas de muitos, das pressões de secretaria, do passo de caracol do FCP e da ferrugem...mas, factos são factos: desde os resultados na liga dos campeões, à formação de jovens da equipe B (Lindellof, Renato, Nelson, Gonçalo....). parabéns malta...assim vale a pena ser benfiquista e desportista...

sábado, maio 14, 2016

*

(pavlov77)



hoje reli alguns textos bíblicos, mas regresso sempre ao ponto das interpretações sobre as interpretações. tanta vida que nos escapa apenas com palavras. como se podem explicar as milagrosas curas com apenas " não via e começou a ver"...e o resto...todo o encantamento da transformação, do impacto...do simplesmente divino..como é que ele fala...como pensa o mundo...os amigos...a solidão...o fim terreno e a espera desse lugar para além de tudo o que conhecemos....contudo acho extraordinário a pobreza extrema de uma dúzia de homens absolutamente conectados com o mestre, pois a verdadeira religião do mestre foi sempre a pobreza material e a riqueza do coração em saber perdoar, em saber viver sem a angústia do passado, a verdadeira  e possível renovação da vida, o contrário desses infernos mal inventados  pelas sucessivas hierarquias eclesiásticas que apenas negoceiam com as falácias dos pecados. se olharmos para toda a dimensão católica, para o reino material do vaticano, para os discursos altivos e repletos de autoridade moral destas sumidades, nada tem em comum com este cristianismo primitivo, onde a voz simples, sábia nas palavras que eram dirigidas aos corações e os actos do mestre estavam ainda bem vivos nas memórias e nos corações. 

*

(r. mittelklasse)

sexta-feira, maio 13, 2016

ARTE

escultura Rogério Timoteo, museu grão vasco. viseu. 2016




quinta-feira, maio 12, 2016

DOCUMENTOS FOTOGRÁFICOS

(Gerard Castello-Lopes)

Lisboa, cavadores, torre de belém. 

ABSOLUTAMENTE GENIAL...

(joquz)


instalação do colectivo cubano "los carpinteros"

quarta-feira, maio 11, 2016

segunda-feira, maio 09, 2016

domingo, maio 08, 2016

ARTE

(weissesrauchen)

LUTA ANTIFASCISTA...SEMPRE...

(Foto: David Lagerlóf / AP)


Maria Teresa Asplund, colombiana que sozinha, sem armas, apenas com o punho erguido, símbolo da luta anti-racista, enfrentou desta forma um grupo de cerca de 300 neonazis suecos. 

MUSEU DE ARQUELOGIA DE FOZ CÔA, UMA MESA PARA O DOURO...

não é todos os dias que nos sentamos a almoçar numa mesa com estas extraordinárias vistas. estamos no museu de arqueologia do Côa, um notável monumento arquitectónico dedicado à arqueologia do Côa, no sentido mais amplo (gravuras rupestres, pré-história). importante é registar que mesmo estando neste lugar encantador as ementas são bastante acessíveis e não omitem os aspectos gastronómicos de valorização local, o que faz toda a diferença....

sábado, maio 07, 2016

*

(tumblr)

a observação ensina-nos que os milagres
só acontecem em tempos e países 
em que se crê em milagres e perante pessoas
que estão predispostas a acreditar neles

*e. renan

sexta-feira, maio 06, 2016

DÁDIVA SUPREMA...

(@roy_campos)

uma vénia que a equipa médica de um hospital faz à suprema dádiva que esta criança com paragem cerebral fez ao doar os seus orgão vitais para salvar múltiplas vidas...estes sim mereceriam estar nesses panteões, nas praças, na toponímia das ruas, nos edifícios, nos altares, em todos os títulos gordos dos jornais, na abertura de todos os telejornais, nos écrans de todos os estádios de futebol...

quarta-feira, maio 04, 2016

LUGARES SIMBÓLICOS


cada vez mais me convenço, é precisamente essa conjugação de dimensões históricas tão singulares e especificas de relacionamento colectivo e individual com o sagrado, essas cosmovisões tão diversas (onde os elementos naturais se entrelaçam na conjugação perfeita), essas formas próprias de dialogar com o além, essas emoções e dramatizações associadas a cada lugar que nos definem, caraterizam e diferenciam em termos daquilo que se entende por uma religiosidade popular...

segunda-feira, maio 02, 2016

*


"ele desce, ele cai", troçais vós
a verdade é que desce sobre vós.
o seu excesso de felicidade foi a sua desgraça,
o seu excesso de luz acompanha a vossa obscuridade.

*f. nietzsche, a gaia ciência, pp. 28-29.

domingo, maio 01, 2016

*


porque não há-de um homem ou uma mulher fazer tanto como as estações e derramar-se tanto como elas?

*w. whitman, folhas de erva, p. 23.