segunda-feira, outubro 31, 2011

RITMOS TEMPORAIS


ora, o começo do inverno também ele revela, de uma forma absolutamente evidente, essa apropriação do tempo no processo da construção do calendário cristão: o dia 1 de novembro e o dia 2 - o dia de todos-os-santos e o dia de fiéis defuntos - são os primeiros momentos que configuram um ciclo em que certos traços se repetem e se arrastam com maior ou menor intensidade e evidência ao longo de cerca de seis meses.

*joaquim pais de brito, p.48

domingo, outubro 30, 2011

QUOTIDIANOS

s. miguel de acha (idanha-a-nova). 2011


no encontro dos quotidianos com as aldeias onde a admiração vai ao encontro desses lugares da vida quotidiana  e dos seus compassos particulares  

INTO THE WILD

(peter bowers)

INTO THE WILD

(Peter Bowers)

MUNDO NATURAL

(blepharopsis)

OUTONO MÁGICO

(vainsang)

tempo de alquimias

OUTONO MÁGICO

(vainsang)


tempo de alquimias

MIL VEZES O CORAÇÃO ESPREMIDO

(nico-icon)

não sei nada de reluzentes esoterismos. mas sei de amizades fecundas e profundas e dos florescimentos do perfume de quem sabe olhar para além do óbvio bacoco. e este solene  designio é só para para alguns. e não me venham com enfeites e embustes. pois a verdade é só para os que sempre  espremem mil vezes o coração...

ODE A UM AMIGO-IRMÃO-PRIMO

tive o tamanho previlegio e tremendo prazer de conhecer e partilhar nesta vida tão breve e tão injusta uma das amizade mais puras e mais sinceras e que nesta ultima semana partiu para essa sempre mil vezes incompreendida metafisica. esta foi uma das últimas partilhas que tivemos. publico esta "ode" em jeito de homenagem e de redobrado acto sagrado. sim. porque este também se assume como um lugar de corações abertos e de santificadas orações-verdadeiras.
descansa primo-irmão.

DOS SUPER-COBARDES

(imgur)


governar os mundos particulares a todo o custo...

O PÃO NOSSO ROUBADO

(walker evans)


o melhor tempero da comida é a fome


*séneca

DOS OLHARES...

zamora (espanha), 2011

DO VERBO CHORAR...

(filthflarnfilth)

chorar: um verbo "quase" proibido...
o que está por detrás da construção desta interdição?

sábado, outubro 29, 2011

DAS META-CORAGENS...

(americansuburbx)


Se vais tentar,
Vai em frente.
Não há outro sentimento como este
Ficarás sozinho com os Deuses
E as noites serão quentes
Levarás a vida com um sorriso perfeito
É a única coisa que vale a pena.

charles bukowski, 1991

FAÇA-SE LUZ...

mathias schaller, "Agrigento, Fratelli d'Italia.

(re)imagine-se o mundo...
deixemos a césar o que é de césar
e ousemos sonhar...

METAFISICAS

(mindazonaltal)


deambularemos por este mundo até ao final dos tempos com a chave e porém não teremos nunca a fechadura.
ou talvez a tenhamos mesmo à nossa frente...

quarta-feira, outubro 26, 2011

FERMENTOS

(jorgeletona)


tantas noites  a extrair cinzas.

segunda-feira, outubro 24, 2011

domingo, outubro 23, 2011

sábado, outubro 22, 2011

ESTE É O LUGAR



a partir deste lugar mil vezes poético teço encantamentos-nada em direcções de uma guerreira- estrelinha-tudo. aqui os mausoléus são suaves e as escritas sonhadas às lágrimas de um qualquer merdoso-infinito. suspensas são as sinfonias da desgraça. ainda assim existem lutos brancos que fumo com gratidão...

ON THE ROAD ( OUTONAIS)

serra da gata. espanha. 2011

e verei outonos-vertigem...

DEBAIXO DAS PEDRAS

monsanto, s. pedro de vir-a-corsa. 2011

se a repetição dos olhares (no que diz respeito à construção imagética de 
uma paisagem) se institualiza nada mais surge...
*pensemos nisto...

NO ENTANTO, MATÉRIAS MUDAS E CANÇÕES OCULTAS

UM É HUMANIDADE

(lee jeffries)

todas as almas são igualmente perfeitas

*teixeira de pascoaes

quinta-feira, outubro 20, 2011

*parabéns estrelinha...amor meu

quarta-feira, outubro 19, 2011

UM É HUMANIDADE...

(lee jeffries)


todas as almas são igualmente perfeitas

*teixeira de pascoaes

domingo, outubro 16, 2011

DESAFIOS...

rosmaninhal (idanha-a-nova), romaria Sª Madalena. 2011


todos sabemos que os mediatismos do momento têm progressivamente desregulado muito daquilo que eram as práticas ditas tradicionais das localidades (de norte a sul do país). uma coisa é percebermos que a actividade turistica pode (e deve) ajudar a encontrar mecanismos de promoção para o enriquecimento cultural, outra é a utilização mediática das práticas locais descotextualizadas dos seus territórios de proveniência, em prole de lógicas puramente economicistas. é de extrema importância percebermos que as mais-valias estão precisamente  na ciclicidade dos calendários festivos e religiosos das gentes, são estes que conferem identidade e significância. é em torno destas dinâmicas sociais, caracteristicas de cada "lugar" que temos que colocar todos os projectos de âmbito cultural (turistico). isto porque no mundo actual, para quem viaja na senda destas "autenticidades", já não lhe interessa apenas o monumento ou o castelo ou a aldeia "perdida-encantada", querem acima de tudo "mesclar-se" na cultura local, participar na intensidade dos momentos festivos destes calendários, provar as gastronomias que lhes estão adjacentes, frequentar esses "lugares" do quotidiano das pessoas locais, os espaços das casas, das hortas, dos gados, das galinhas, enfim, onde a vida é ainda possivel de ser vivida e partilhada...

sábado, outubro 15, 2011

TRANSCENDÊNCIAS

Idanha-a-Nova. 2011



que os lumes que queimam nos façam olhar ainda mais para dentro de tudo...

sexta-feira, outubro 14, 2011

QUO VADIS PORTUGAL?

(© 2011 Bjørn Pretzel)


por fim, num dos golpes mais cobardes de sempre, o governo aniquilou aquilo que durante décadas foi bandeira e sangue de uma luta. sinceramente, daqui para a frente, terão "eles" (governo) coragem para celebrar o 25 de abril??  celebrarão o quê?
por outro lado, como se não fossem suficientes as "boas-novas", na assembleia da republica, os ilustres deputados comportavam-se como se estivessem a assistir a um qualquer jogo de futebol entre benfica e sporting. quando o primeiro-ministro respondia ao deputado e lider da bancada socialista, aclamava-se com redobrado júbilo. que pena...porque no fundo, todos sabemos que não há memória de tão vazios e ocos aplausos ecoados no interior daquela casa...

quinta-feira, outubro 13, 2011

quarta-feira, outubro 12, 2011

VENENOS OU REMÉDIOS?


de tão ocas as palavras escutadas
de linguas malsãs
bem-aventurados então os que nada escutam

*HORROR VACUI




*horror vacui - medo do vazio

FLORA, COSTA VICENTINA

costa de santo andré. 2011

cardo maritimo (eryngium maritimum)

a cor deste cardo é admirável...

terça-feira, outubro 11, 2011

TRABALHOS DOS ARTISTAS LOCAIS

alcafozes (idanha-a-nova). 2011


num passeio lento pela aldeia de alcafozes, através da sua paisagem urbana, é ainda possivel o vislumbre   de admiráveis trabalhos variados de muitos dos artistas locais (ferreiros, pedreiros, carpinteiros, etc) hoje, na sua grande maioria, desaparecidos. destes saberes, nada ou quase nada foi transmitido às gerações seguintes...como e de que forma podemos falar em património imaterial sem os fecundos mecanismos da transmissão?

segunda-feira, outubro 10, 2011

MUSEU DE PORTIMÃO

museu de portimão, casa do descabeço. 2011

figuras em gesso representativas das antigas trabalhadoras da fábrica no seu labor.


localizado num edificio pertencente a uma antiga fábrica de conservas (Feu Hermanos) este museu inscreve-se nesse leque cada vez mais reduzido da categoria dos "grandes" museus portugueses. aqui o especial destaque recai sobre os patrimónios industriais, arqueológicos, nauticos e afins. trata-se de um projecto que amplifica a divulgação das vozes locais, fala a partir desse admirável lugar, o mar e as suas gentes. e que se vislumbra numa das muitas grandes janelas do edificio, permitindo-nos assim cheirar a densidade desses vapores marinhos, ou seja, a intangibilidade que lhe dá corpo e imaginação.

domingo, outubro 09, 2011

NA SENDA DO REMOTO

cantabria.espanha.2011.


uma porta-tempo. entramos e viajamos até aos medievos tempos esquecidos. bebemos vinhos aramaicos dos tempos de Cristo e o amanhecer veio com outros encantos redobrados...

VEJO MUITO PARA ALÉM....

idanha-a-nova. 2011


mas que deslumbres. nestes vertices fantásticos da raia vou caminhando. entrego-me ao deslumbre das fadas e dos faunos. nada me importa. nem mesma as horas tardias dos amanheceres. só vos peço que circulem como nómadas pelas terras das encantadas idanhas....

quinta-feira, outubro 06, 2011

NO PRUMO DO SONHO...


com as mãos nos bolsos ando por ai. por vezes subo demasido alto e caminho como um recolector de nuvens. encho as palmas das mãos com intangiveis nadas e depois desço para contemplar uma *estrelinha. esta é a minha religião. 

quarta-feira, outubro 05, 2011

ALQUIMIAS PERDIDAS: THEATRUM CHEMICUM (TEATRO QUIMICO)


THEATRUM CHEMICUM, PRÆCIPUOS SELECTORUM 
AUCTORUM TRACTATUS DE CHEMIÆ ET LAPIDIS PHILOSOPHICI 
(wikipedia)


trata-se de um compêndio de variados escritos alquimicos publicados em seis volumes ao longo de seis décadas. os primeiros três vols foram publicados em 1602, o sexto e último foi publicado em 1661. actualmente, é ainda o mais completo e exaustivo tratado alquimico. (saber mais *wikipédia)

perdemos este perfume, abandonamos estas vias mágicas em prole de um racionalismo "vazio". a igreja apostólica romana também ajudou a desencantar ainda mais o mundo, com  as suas  alucinações desmedidas que resultaram em multiplicações de catálogos-torturas-santas ou "fogueiras-santas" para muitos destes mágicos alquimistas, tidos como (veja-se...) hereges. 



EFEMÉRIDES...

ladoeiro (idanha-a-nova). 2011


a par do feriado de hoje da "implantação da republica" celebra-se o dia mundial da arquitectura. escolhi assim trazer para este espaço de partilha estas extraordinárias arquitecturas populares do ladoeiro. já aqui referi inúmeras vezes, impõe-se com todo sentido de urgência o inventário das arquitecturas populares do concelho.

terça-feira, outubro 04, 2011

VITAM AETERNAM

cemitério de tella, pirinéus (espanha). 2011


os cemitérios ainda activos em redor das igrejas, posicionados no centro das aldeias e da respectiva vida social, são vestigios notáveis dos tempos medievais. 

segunda-feira, outubro 03, 2011

O DESPERTAR DOS PERFUMES RAROS...

(chintz of darkness)


oh insondáveis abismos
 desses rubros iluminados das antigas batalhas 

CLAMORES SILÊNCIOSOS...

(felix von der weppen)

descer a rua vazia com os poemas nómadas nos olhos ainda cheios dessas peregrinações acesas. a vila ainda se perfuma com o que resta da tarde quente de outono. para estragar este diluvio de luz mansa só as figuras embrulhadas em papel-farda.

domingo, outubro 02, 2011

FLORA RAIANA



pilriteiro, Crataegus laevigata. 2011

segundo a sabedoria tradicional, 
das bagas do pilriteiro, 
faz-se uma geleia deliciosa.

E SE A ADORAÇÂO VEM DE UMA FRASE MUSICAL DO MAR


destroços ou encantos...

FLORA ALPINA



carduus nutans. 2011