terça-feira, setembro 25, 2012

quinta-feira, setembro 06, 2012

*

(mariannarossi)

*

DESMISTIFICAR (RE) ENCANTAMENTOS FORÇADOS




"não há muito que nem judeus, nem moleiros, nem forneiros podiam pertencer a confrarias ou levar insígnias em idanha-a-nova."

*jaime lopes dias, etnografia da beira, vol. V

FONTANÁRIOS RAIANOS

situa-se em monfortinho este fontanário em granito com as imagens de Cristo e Maria pintadas em azulejo. sobre a água e sua gestão, faria todo o sentido um levantamento/inventário exaustivo das estruturas tradicionais ligadas aos patrimónios da agua. 

quarta-feira, setembro 05, 2012

ab imo


já quase nada e porém quase tudo nesse vislumbrar de claros escuros metálicos. as arvores ou o que delas temos ideia acabam por esfumar-se completamente, para dar lugar ao esplendor do grande espetáculo das sombras. aparências luminosas aqui e ali entre a   voraz massa de negrura pura.

EM PROLE DOS PATRIMÓNIOS PASTORIS

fruto das coincidências e dos acasos não pude estar presente nesta data para assistir ao II encontro de pastores em Alpedrinha. fica a nota para estas boas práticas em torno das partilhas e dos diálogos destes importantissimos patrimónios pastoris locais.

MOMENTOS EXPOSIÇÃO HOTEL FONTE SANTA, TERMAS DE MONFORTINHO


dois momentos durante a inauguração da exposição "Quando a gente andava ao menério", num dos extraordinários espaços nobres do Hotel Fonte Santa, em T. Monfortinho. a primeira imagem versa sobre o documento filmico que integra e dá leitura à respetiva exposição. relembro que a exposição estará até 31 de outubro.