domingo, janeiro 06, 2008

AOS (RE) COMEÇOS..



Colecção Vostell, 2007.

Um novo ano teve o seu inicio, eis-nos novamente em preparação perpétua, planificando, projectando, administrando, verificando, introspectando. Num plano ritualístico e segundo o clássico Van Gennep, encontramo-nos perante um ritual de passagem perfeito. Porém, aludindo à imagem apresentada, que é inteiramente (tanto ao nivel do espirito como da matéria) parte integrante do nosso imaginário português revolucionário, em nada perderia se fosse elaborada hoje numa qualquer parede ou muro deste nosso tão vasto mundo. Fica o manifesto de uma liberdade sempre em digressão por este nosso querer viver criativo...

"(...) Falta ao nosso desejo música sábia"

in Rimbaud, Iluminações.

3 comentários:

Chanesco disse...

Olá meu caro Eddy

Nesta preparação perpéctua, o que é que o artista(?) CRAVA no centro da imagem. Um CRAVO para sujeitar a precaridade que se adivinha no ano que acaba de se iniciar?
Oxalá que sim!

Que 2008 seja um bom ano para todos e também para si!

Um abraço Raiano

Eddy Nelson disse...

Esperemos que sim caro Chanesco...

Um bom ano também para si!

Um abraço

Anónimo disse...

É difícil ver sincrónica e diacronicamente, porra, nos nossos dias.... e mesmo com a ausência do fonema ou com a presença; unidos e ou desunidos,,,, abraço amigo
jdrmarto