sábado, fevereiro 02, 2008

DE VOLTA...POR ALGUNS MOMENTOS..



decidi caminhar durante alguns dias e algumas noites por caminhos de pó deste tão vasto mundo. cansar o corpo, fatigá-lo com o suor do fascínio. deixar desfilar o olhar cansado pelo acaso do sonho. acordar com a nudez branca de uma luz matinal. e as noites, as noites, é absolutamente necessário entregar o espirito ao mágico odor da noite...

um pensamento:

"Talvez não devêssemos nunca procurar um traje novo, por mais esfarrapado e sujo que estivesse o velho, a não ser quando, tendo gerido, batalhado ou viajado de algum modo, nos sentíssemos como homens novos dentro de roupas velhas, a tal ponto que mantê-las seria como guardar vinho novo em odres velhos".

in Henry David Thoreau, Walden ou a vida nos bosques, p. 39.

2 comentários:

Anónimo disse...

Caro amigo, li o excerto do autor que nos deixa e procurarei o livro ... já me deu algumas referências bastante interessantes. Agradeço!
Sabe , sou distraído e de repente dei conta que tem mais dois blogues ... gostei muito da referência que a um deles faz a Jorge Luis Borges, diria atemporal, mas às vezes sou até surpreendido por mim próprio, fugido das referências que aprendi e que me foram ensinando.... Sabe, obrigado pelo seu comentário no meu blogue, mas se o ler só na superfície, também o compreenderá , estou certo...


um saludo igualmente

jrmarto

Eddy Nelson disse...

Amigo J. Marto, bem hajas pela sua sempre atenta visita a este e aos outros meus lugares virtuais. É verdade, tenho lido e (re)lido muitas vezes os seus extraordinários textos, alguns exigem mesmo essa profunda revisitação...

Um "saludo"